epithymia

gr. epithymía: desejo, ardor. A parte apetitiva ou vegetativa da alma (epithymetikon), localizada na cavidade abdominal, não recebe comunicações do . Sua procura impetuosa de prazeres físicos é ocasionalmente temperada pela presença do fígado, que é a sede dos sonhos ( ) e a base da adivinhação ( ). [E.F. Peters]

Hiparco

Wikipedia: Português; Inglês (mais completa)


Também conhecido como "O Homem ávido de ganhar", neste diálogo Sócrates e um interlocutor anônimo, que bem poderia ser um discípulo, buscam definir o que é o homem ávido, e sua discussão só é interrompida por uma apologia de Hiparco, filho cadete de Pisistrato, que foi tirano de Atenas no século VI. Quatro definições são propostas pelo interlocutor:

Cousin: Hipparque

Hipparque est un dialogue de Platon sur la mort. Il fait partie des dialogues platoniciens dits suspects (dont on croit que Platon n'est pas l'auteur). Ici, Socrate et un disciple cherchent à définir ce qu'est l'avidité.

Comme conclusion, Socrate et l'interlocuteur conviennent que tous les hommes sont avides, puisqu'aucun ne peut dire qu'il n'aime pas le gain.

PERSONNAGES : SOCRATE, UN ANONYME.

TEXTO: Hipparque

Fédon 80d-82c — Destino das almas após a morte

Pelo contrário; o que se dá é o seguinte: se ela é pura no momento de sua libertação e não arrastar consigo nada corpóreo, por isso mesmo que durante a vida nunca mantivera comércio voluntário com o corpo, porém sempre evitara, recolhida em si mesma e tendo sempre isso como preocupação exclusiva, que outra coisa não é senão filosofar, no rigoroso sentido da expressão, e preparar-se para morrer facilmente... Pois tudo isso não será um exercício para a morte?

Sem dúvida nenhuma.