henosis

gr. = união. O Tratado 8 das Enéadas de Plotino, que Porfírio reterá como último na ordenação que impôs, ilumina — com o permanente bemol que representa a pequena palavra hoion — mais uma espécie de despossessão de si que uma integral manutenção da singularidade individual em uma íntima união ao Uno.

Crouzel: Alma do Mundo e Unidade

A Alma faz a unidade do mundo, ela lhe aporta o Uno. Por sua ação criadora, modelando, formando e ordenando junto os seres, ela lhes fornece a unidade e ela se torna ela mesma o Uno, embora ela não o seja por natureza. Igualmente, se ela dá aos seres a forma (morphe) e a ideia (eidos), ela é no entanto outro que as formas pois elas são o inteligível presente na Inteligência. A Alma é una, mas ela tem mais unidade e logo vantagem de ser que todos os seres que participam dela.

henosis

O Tratado 8 das Enéadas de Plotino, que Porfírio reterá como último na ordenação que impôs, ilumina — com o permanente bemol que representa a pequena palavra hoion — mais uma espécie de despossessão de si que uma integral manutenção da singularidade individual em uma íntima união ao Uno.

mysterion

VIDE Mysteria

Mistério do grego mysterion que significa etimologicamente fechar os olhos ou a boca. Designa originalmente um segredo ou uma realidade a se manter secreta. Refere-se então a práticas e ritos de certas religiões antigas, reservados aos iniciados, os Mistérios (mysteria).

Bouillet: Tratado 53 (I, 1) - QU'EST-CE QUE L'ANIMAL, QU'EST-CE QUE L'HOMME ?

Qu'est-ce que l'animal? qu'est-ce que l'homme? Dans ce livre, Plotin s'est proposé de résoudre une question qui est énoncée dans le livre III de l'Ennéade II (§ 16, p. 187): Quelle partie de l'âme est separable du corps pendant cette vie ? Quelle partie ne l'est pas ? question qu'il transforme en celle-ci: Qu'est-ce que l'animal? Qu'est-ce que l'homme?