kosmos aisthetos

O mundo sensível resulta da união da parte inferior da Alma universal (segunda alma) com a matéria. Das múltiplas diferenças que a matéria adita à Alma universal resulta a diversidade dos seres corpóreos. [Fraile]

Hegel: O verdadeiro ideal não tem de ser real

Submitted by mccastro on Sun, 22/03/2015 - 14:31

O verdadeiro ideal não tem de ser real: é real. Todavia, é necessário saber-se o que é real; na vida comum, tudo é real: há, contudo, uma diferença entre mundo da aparência e realidade. O temporal, o transitório, existem deveras, podem mesmo fazer-nos muita falta, mas ainda assim não são uma verdadeira realidade, como o não é também a particularidade do sujeito, os seus desejos, as suas inclinações.

Jowett: EUT 9e-11b — Exame crítico

Soc. Ought we to enquire into the truth of this, Euthyphro, or simply to accept the mere statement on our own authority and that of others ? What do you say ?

Euth. We should enquire ; and I believe that the statement will stand the test of enquiry.

Soc. We shall know better, my good friend, in a little while. The point which I should first wish to understand is whether the pious or holy is beloved by the gods because it is holy, or holy because it is beloved of the gods.

Euth. I do not understand your meaning, Socrates.