theourgia

gr. theourgía: oração, invocação, ofício sagrado que faz milagres. Desempenho de ações divinas, com a ajuda de "símbolos" ou "symbola" mágicos, ocupa um lugar especial na tradição neoplatônica.

Segundo Alcibíades

Também chamado "Da Oração", o diálogo se engaja de modo abrupto entre Sócrates e Alcibíades que vai orar a um deus por um assunto que lhe parece importante. Sócrates demanda a Alcibíades se bem refletiu, pois o exemplo de Édipo mostra que a oração pode ter por consequência terríveis infelicidades. Alcibíades replica que Édipo era louco. Sócrates então faz notar que a loucura é o contrário da reflexão. Ora se a loucura é o contrário da reflexão, e se as pessoas que não refletem são mais numerosas que as que refletem, então devemos estar cercados de loucos, o que os fatos desmentem.

mysterion

VIDE Mysteria

Mistério do grego mysterion que significa etimologicamente fechar os olhos ou a boca. Designa originalmente um segredo ou uma realidade a se manter secreta. Refere-se então a práticas e ritos de certas religiões antigas, reservados aos iniciados, os Mistérios (mysteria).

Epinomis

Considerado por estudiosos como um apêndice de Leis (encontram-se os mesmos interlocutores) não é confirmado ser de Platão. Trata-se de uma obra escolar muito sistemática, segundo Luc Brisson, destinada a mostrar que o programa de estudos dos membros do colegiado, a mais alta magistratura da cidade das Leis, descrita no livro XII, culmina no estudo da astronomia, a qual se confunde com a teologia.

Guthrie: Tractate 8 (IV, 9) - Whether All Souls Form a Single One?

If all souls be one in the world-soul, why should they not together form one?

Souls may not form a numeric unity. But may form a generic unity

The unity of the principle of several souls need not imply their being identical

Sympathy does not force identity of sensation

Unity of all beings implied by sympathy, love, and magic enchantment

What of the differences of rationality, if the soul be one?

The powers of the soul are not exercised everywhere because they differ

Tratado 48 (III, 3) - Da providência (II)

Plotin Traités 45-50. Traductions sous la direction de Luc Brisson et Jean-François Pradeau


Porfírio dividiu o tratado sobre a providência em duas partes, sendo esta a segunda parte e a primeira constando do Tratado-47.
A seguir versões em inglês, francês e espanhol do tratado. Para uma apresentação mais detalhada do tratado, por parágrafo ou capítulo, com comentários visite Eneada-III-3.