phronesis

gr. phrónesis (he): sapiência, sabedoria, sabedoria prática, inteligência, prudência. Para Plotino, ao mesmo tempo saber e prudência.

ALC1 116e-118b: Não saber e crer que se sabe. Pior das ignorâncias.

Alcibiades — Te juro, Sócrates, por todos los dioses, que yo no sé lo que digo, y francamente, temo que he perdido la razón, porque estas cosas me parecen tan pronto de una manera, tan pronto de otra, según tú me preguntas.

Sócrates — ¿Ignoras, querido mío, la causa de este desorden?

Alcibiades — La ignoro completamente.

Sócrates — Y si alguno te preguntase, si tienes dos o tres ojos, dos o cuatro manos, responderías tú tan pronto de una manera, tan pronto de otra? ¿No responderías siempre de una misma manera?

Filebo 59d-66d — O Soberano Bem

Sócrates – Muito bem Quanto à mistura de sabedoria e de prazer que teremos de aprontar, se alguém nos comparar a artesãos com seu material de trabalho para imediata utilização, não seria acertado paralelo?

Protarco – Muito?

Sócrates – E agora, não será conveniente tentar essa mistura?

Protarco – Como não?

Sócrates – Antes disso, o melhor seria enunciar e relembrar certa particularidade.

Protarco – Qual?

Filebo 55c-59d — A Sabedoria

XXXIV – Sócrates – Todavia, depois de havermos submetido o prazer a um exame completo, não convém dar a impressão de termos sido condescendentes com a inteligência e o conhecimento. Percutamo-los com energia por todos os lados, para ver se apresentam racha nalgum ponto, até relevarmos o que há de mais puro em sua natureza, de que nos utilizaremos juntamente com o que houver de mais verdadeiro neles e no prazer, para emitirmos sobre todos nosso juízo definitivo.

Protarco – Certo.

Jowett: CHARMIDES

CHARMIDES, or, Temperance

Persons of the Dialogue : SOCRATES, who is the narrator ; CHARMIDES ; CHAEREPHON ; CRITIAS. Scene : The Palaestra of Taureas, which is near the Porch of the King Archon.