apeiron

gr. ápeiron: não limitado, indefinido, infinito, indeterminado, indiferenciado, informe; primeira cifra da codificação filosófica em Anaximandro. Para Plotino, segundo Gandillac, guardando nos níveis inferiores certos traços do indefinido, caracteriza o poder produtor do Uno.

Bouillet: Traité 9 (VI, 9) - DU BIEN ET DE L'UN

(I-II) C'est par leur unité que les êtres sont ce que comporte leur essence. Ils participent plus ou moins de l'unité selon qu'ils participent plus ou moins de l'être. Ainsi l'âme possède un plus haut degré d'unité que le corps; cependant elle n'est pas l'Un absolu, parce que l'unité de son être renferme une pluralité d'éléments. L'Être universel et l'Intelligence ne sont pas non plus l'Un absolu pour la même raison.

Bouillet: Traité 12 (II, 4) - DE LA MATIÈRE

(§ I) Les philosophes s’accordent à définir la matière la substance, le sujet, le réceptacle des formes. Mais les uns [les Stoïciens] regardent la matière comme un corps sans qualité ; les autres [les Pythagoriciens, les Platoniciens, les Péripatéticiens] la croient incorporelle ; quelques-uns de ces derniers en distinguent deux espèces, la substance des corps ou matière sensible, et la substance des formes incorporelles ou matière intelligible.

Absolutum ou Secretum

Se, na verdade alvorece uma época que se há-de caracterizar pela renúncia ao Mito do Homem criador, e não «receptor de cultura», que aceita sem constrangimento o mundo que lhe é dado, os que sempre lhe foram dados por Fulgurações Ofuscantes, temos de admitir a contragosto da nossa incondicionada e incondicionável «vontade de poder», que o transobjetivo, o eminentemente Real envolve como um só horizonte, todos os mundos já vistos ou que havemos de ver, juntamente com a nossa irredutível subjetividade.

Anaxágoras — Fragmento 2

2. O ar e o éter separaram-se da multiplicidade que os envolvia; e este invólucro é um infinito em quantidade.


2 - Pois o ar e o éter separam-se da multiplicidade circundante, e este circundante é ilimitado em quantidade. (Gerd Bornheim)


...pois ar e éter se separam do muito circundante, e o circundante é infinito
em quantidade. (Trad. de Maria C. M. Cavalcante)

Anaxágoras — Fragmento 1

1. (No princípio) todas as coisas eram juntas, infinitas em número e infinitas em pequenez. Pois também a pequenez era infinita. E enquanto as coisas juntas permaneciam, nenhuma era claramente reconhecível, de diminuta que era. Pois o ar e o éter, os mais poderosos (mégista) constituintes do todo, quer em número, quer em extensão. (Eudoro de Sousa)

Eudoro de Sousa: SOBRE A TRADUÇÃO DE ÁPEIRON POR «INDIFERENCIADO»

Cremos que nem tão grande tenha sido a alteração semântica da palavra que invalide a interpretação de Cleve (The Giants of pre-sophistic Greek Philosophy, II, 352-353) da mesma palavra no frg. 28 de Empédocles: «The only meaningful interpretation of pampan apeíron is here 'completely without limitations, withouth any borders' — inside the Sphairos: if that bali were stratified into land, sea, air, and sky, then it have borders, within itsefl. But this sphere is completely without borders, without peírata, which is to say, it is completely homogeneous.

Fragmento de Anaximandro em Simplício, Phys., 24,13

Simplício, Phys., 24,13

Dos que admitem um só princípio movente e indiferenciado, Anaximandro... diz que o indiferenciado é o elemento e o princípio primordial, tendo sido ele o primeiro que introduziu a palavra I arkhe? ápeiron? I. ? afirma que não é este princípio a água ou qualquer outro dos que nós denominamos «elementos», mas certa natureza indiferenciada, diferente (dos elementos), da qual teriam nascido todos os céus e todos os cosmos neles contido:

Anaximandro

Mais novo do que Tales, nasceu em 611 a.C. Teria sido o primeiro a escrever uma obra Acerca da Natureza, em 547, pouco antes da sua morte. Este livro encontrava-se na biblioteca do Liceu e Aristóteles e Teofrasto tê-lo-iam lido. A vida de Anaximandro é muito pouco conhecida. É possível que ocupasse posição de relevo na sua cidade, pois conduziu a expedição milésia para Apolônia, nova colônia fundada no Mar Negro.