boulesis

boúlêsis, boúlesis (he): desejo, vontade espontânea, diferente da vontade deliberada (proaíresis). E, de alguma maneira, um desejo afirmado, que não obedece à razão (Platão, Leis, III, 687e). Diz Aristóteles: "A boulesis refere-se ao fim que se pode esperar; a proaíresis refere-se aos meios para atingi-lo" (Et. Nic, III, II, 9). Plotino conferiu grande importância a esse termo; a boulesis é um ato refletido, a essência mesma do Uno; este é a Onipotência, que é aquilo que quer ser e faz todas as coisas segundo sua vontade (VI,VIII: da liberdade e da vontade do Uno).

ver proairesis; kinoun 9. [Termos Filosóficos Gregos, F. E. Peters]


O termo "vontade", embora não pertencendo ao léxico da filosofia grega clássica, foi a partir da análise aristotélica da intenção (proairesis, em Ética a Nicômaco 1, III, 1106; LVI, 1139) que veio a se estabelecer na análise clássica da vontade. Se librum arbitrum (livre arbítrio) traduz bem to autoexousion, a acepção disto só veio a ser atestada a partir de Epicteto. [Notions philosophiques]