aporrhoai

aporrhoaí: emanações ver aisthesis. [Termos Filosóficos Gregos, F. E. Peters]


O termo apórroia (emanatio) não deve sua origem ao neoplatonismo, pois ele já se encontra em Empédocles, conforme o fragmento B89 de DIELS/KRANZ (Die Fragmente der Vorsokratiker). Também no gnosticismo a apórroia assume grande momento: se este mundo resulta da emanação de Deus, então está superado o abismo intransponível entre Deus e o mundo. Típico da emanação do gnosticismo é que fica salvaguardada a essência do emanante (des Aussenden-den), mas verifica-se uma diminuição quantitativa. Por fim, vale recordar que MARCO AURÉLIO, em Pensées pour moi-même, escreve: "(...) il faut que tu sentes (...) de quel être tu es une émanation" (Livre II, 4, 2). [Ullmann]