República X

C) A má educação pelas artes de ilusão como causa da injustiça

  • 1 Como a representação, na arte, está ligada à realidade
    • A imitação
      • os três leitos
        • o leito pintado
        • o leito particular
        • a ideia de leito
      • seus três artesãos
        • o pintor
        • o marceneiro
        • o deus
      • A imitação distanciada da realidade dos três graus
    • A poesia, notadamente homérica, ignora aquilo de que fala
      • O poeta, e em particular Homero, não pode em nenhum caso ser o educador da humanidade
    • Pintura e poesia, artes de ilusão
      • Elas imitam não a realidade ela mesma mas sua aparência
  • 2 A poesia dramática: seu mecanismo e seus conflitos
    • Tragédia e comédia fazem apelo às emoções, deformadoras do real, não à razão, objetiva
  • 3 Terceira acusação contra a poesia
    • Efeitos perniciosos da tragédia e da comédia sobre o caráter.
    • É preciso portanto se manter em guarda contra Homero e os poetas


  • Conclusão geral sobre o problema da justiça
    • 1 A imortalidade da alma ([[Rep10:608c]]-[[Rep10:612a]])

      • Demonstração da imortalidade da alma

        • toda coisa que possui em si um mal tende a ser destruída
        • inversamente sua excelência própria a preserva

        Se uma coisa não é destruída por seu vício de constituição interna, nada o pode

        Assim a doença acaba por destruir o corpo

        Mas posto que a injustiça - mal interno - não pode vencer a alma, nada - de externo - não o pode

        É preciso considerar que a verdadeira natureza da alma aparece quando ela está destacada do corpo e se associa então livremente a seus objetos próprios

      2 Recompensas da justiça, durante esta vida, da parte dos deuses ([[Rep10:612a]]-[[Rep10:614a]])

      Recompensas da justiça após a morte: Mito de Er o Pamphyliano (mito da escolha do destino) ([[Rep10:614a]] até o fim)

      • Er, morto em uma batalha, retorna à vida e relata o que viu no além. As almas, julgadas, e punidas ou recompensadas na proporção de sua conduta sobre a terra

        Estrutura do mundo

        Antes de renascer à vida mortal, as almas devem, em uma ordem fortuita, escolher o gênero de vida ao qual elas serão em seguida ligadas necessariamente: "cada um é responsável de sua escolha, o deus está fora de causa"

        Descrição da escolha das vidas pelas almas, aí incluso aquelas dos animais, em geral segundo os hábitos de sua vida anterior

        Em seguida depois de ter bebido a água da planície de Lethe para tudo esquecer elas renascem à vida

        Praticando a justiça, estaremos em paz com nós mesmo e com os deuse e seremos felizes sobre esta terra e sempre.