Caeiro

CAEIRO, António de Castro. A arete como possibilidade extrema do humano. Fenomenologia da práxis em Platão e Aristóteles. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2002.

Caeiro: arete

CAEIRO, António de Castro. A arete como possibilidade extrema do humano. Fenomenologia da práxis em Platão e Aristóteles. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2002., p. 17-19

ekousios

Involuntárias [akousios] são, assim, aquelas acções [praxis] que se geram sob coacção [bia = violência] ou por ignorância [agnoia]. Um acto perpetrado sob coacção é [1110a] aquele cujo princípio (motivador) lhe é extrínseco. Um princípio [arche] desta natureza é tal que o agente, na verdade, passivo, não contribui em nada para ele. Como se ventos ou homens poderosos o levassem para qualquer sítio.

Caeiro: kakia

Submitted by mccastro on Sat, 08/12/2018 - 20:34

Excertos de CAEIRO, António. A Areté como possibilidade exterma do humano. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 2002, p. 275-276.