onoma

ónoma: nome. Os problemas filosóficos respeitantes à linguagem são introduzidos pela insistência de Heraclito na realidade da mudança e da ambiguidade tanto dos fenômenos como das nossas maneiras de os nomearmos (ver frgs. 67, 32). Mas eles aparecem numa fórmula conceptualizada mais rigidamente com a distinção dos sofistas entre natureza ( ) e convenção ( ). Górgias, por exemplo, nega toda a ligação entre a palavra e o objeto descrito (Sexto Empírico, Adv. Math. vn, 84), levantando com isso a questão da «correção» dos nomes. Pródico deu largas lições sobre o assunto (Platão, Crát. 384b), e sabemos por Xenofonte, Mem. III, 14, 2 que era um tópico frequentemente discutido em .

nomothetes

nomothétês: lei-dada; ver onoma. [Termos Filosóficos Gregos, F. E. Peters].

Em geral nomotético é usado no sentido de: capaz de dar a lei; tendo a capacidade de estabelecer sentido final. Do antigo grego nomothetikos, de nomothetes, dador de lei, do gr. nomos, lei, e da raiz the, estabelecer, dar. Assim funcionava a capacidade nomotética dos antigos mitólogos, ou a habilidade nomotética de Adão, dado seu poder de nomear os animais.

Filebo

Philebus ou Filebo

Sobre o prazer e o bem. Filebo vive uma vida de extremo hedonismo, desprovida de razão e pensar, que não sustenta qualquer conversa sobre ela e não se submete à reflexão. Tanto que no meio do diálogo Filebo se cala.

Os princípios da ética (como viver melhor) se conectam com princípios de metafísica e lógica exercendo demandas lógicas sob um apelo ético.

Crátilo

Sobre a propriedade das palavras. Contra o heraclitismo. Insuficiência das palavras e das etimologias para chegar à verdade e à essência das coisas. Aparece a teoria das Ideias.

Jowett: Cratylus 427d-440e — Novo exame do problema

Her. But, Socrates, as I was telling you before, Cratylus mystifies me ; he says that there is a fitness of names, but he never explains what is this fitness, so that I cannot tell whether his obscurity is intended or not. Tell me now, Cratylus, here in the presence of Socrates, do you agree in what Socrates has been saying about names, or have you something better of your own ? and if you have, tell me what your view is, and then you will either learn of Socrates, or Socrates and I will learn of you.

Jowett: Cratylus 391a-421c — A denominação natural

Soc. My good Hermogenes, I have none to show. Was I not telling you just now (but you have forgotten), that I knew nothing, and proposing to share the enquiry with you ? But now that you and I have talked over the matter, a step has been gained ; for we have discovered that names have by nature a truth, and that not every man knows how to give a thing a name.

Her. Very good.

Soc. And what is the nature of this truth or correctness of names ? That, if you care to know, is the next question.

Her. Certainly, I care to know.

Soc. Then reflect.