arche

gr. arkhé (he): princípio. Latim: principium. Causa original, Realidade primeira da qual procedem as outras no universo.

Taylor: Ciência

SCIENCE. This word is sometimes defined by Plato to be that which assigns the causes of things; sometimes to be that the subjects of which have a perfectly stable essence; and together with this, he conjoins the assignation of cause from reasoning. Sometimes again he defines it to be that the principles of which are not hypotheses; and, according to this definition, he asserts that there is one science which ascends as far as to the principle of things.

Peters: genesis (Aristóteles)

12. Tudo isto é, porém, a genesis pré-cósmica, a situação «antes que ouranos se formasse» (ibid. [[Tim:52d|52d]]). As qualidades, juntamente com os seus «poderes» associados (dynameis; ver pathos, paschein), andam à deriva no Receptáculo de maneira caótica (ibid. [[Tim:52d|52d-53a]]). Mas então o nons começa a sua ação e põe ordem no caos ao transformar as qualidades primárias da terra, ar, fogo e água nos quatro corpos primários do mundo sensível (ibid.

Ato-Potência e Princípios

Segundo Brisson & Pradeau (2002 p.135), Aristóteles já se questiona no livro B da Metafísica se os primeiros princípios são em ato ou em potência. Se fossem em potência, seria preciso supôr que ainda existe, antes deles, um princípio que seja em ato, e que precisamente os atualize (posto que uma potência não ser atualizada senão por um ato anterior, como Aristóteles explica na Metafísica Theta, 8).

Anaxágoras — Fragmento 1

1. (No princípio) todas as coisas eram juntas, infinitas em número e infinitas em pequenez. Pois também a pequenez era infinita. E enquanto as coisas juntas permaneciam, nenhuma era claramente reconhecível, de diminuta que era. Pois o ar e o éter, os mais poderosos (mégista) constituintes do todo, quer em número, quer em extensão. (Eudoro de Sousa)

Fragmento de Anaximandro em Simplício, Phys., 24,13

Simplício, Phys., 24,13

Dos que admitem um só princípio movente e indiferenciado, Anaximandro... diz que o indiferenciado é o elemento e o princípio primordial, tendo sido ele o primeiro que introduziu a palavra I arkhe? ápeiron? I. ? afirma que não é este princípio a água ou qualquer outro dos que nós denominamos «elementos», mas certa natureza indiferenciada, diferente (dos elementos), da qual teriam nascido todos os céus e todos os cosmos neles contido: