Política

Definições de Platão: ciência do bem e do útil; ciência que instala a justiça na cidade. Segundo SCHÄFER, a doutrina política de Platão gira em torno dos pensamentos centrais da estruturação interna e externa da forma de vida comunitária, de sua automanutenção, da formação e da educação dos cidadãos, assim como das formas de governança adequadas, mas também especialmente dos pensamentos sobre a com espaço da vida ética.

Carta XIII

Segundo Luc Brisson a Carta XIII apresenta um certo número de semelhanças com a Carta-II, mas Platão aí aparece como um « bajulador » desconcertante. Depois de ter respondido à carta de Denis o jovem evocando questões científicas e materiais, ele se estende longamente sobre os problemas de dinheiro que o incomodavam e sobre as despesas às quais deveria consentir o tirano em seu favor e em favor de Atenas; e chega até a dar a Denis o jovem conselhos financeiros.

PLATÃO A DENIS, TIRANO DE SIRACUSA, «POSSAS BEM TE COMPORTAR!»

PREÂMBULO

Carta XII

Segundo Luc Brisson, trata-se de um curto bilhete dirigido a Arquitas. Platão acusa a recepção de escritos pitagóricos que teriam lhe servido para escrever o Timeu, em seguida anuncia a Arquitas (que lhe responde) o envio de notas preparatórias para uma obra futura.

PLATÃO A ARQUITAS DE TERENTO, «POSSAS BEM TE COMPORTAR! »

Carta XI

Segundo Luc Brisson, esta carta é dirigida a Laodamas de Thasos, um matemático que, segundo a tradição, teria frequentado a Academia e que teria desempenhado um papel político à ocasião da fundação de Krenides. Platão, a quem é demandado de vir ou de enviar um membro da Academia para dotar a colônia de boas leis, se desculpa de não poder responder a seu apelo: a sua idade, não pode se deslocar facilmente.

PLATÃO A LAODAMAS, « POSSAS BEM TE COMPORTAR! »

Carta VIII

Segundo Luc Brisson, a Carta VIII é dirigida aos mesmos destinatários da Carta-VII, mas o tom e a intenção mudaram. Platão parece estar mais conciliante a respeito de Denis o jovem e se mostra confiante no futuro. Ele dá conselhos para pôr fim à guerra civil. Para evitar os dois obstáculos perigosos que são a tirania e a democracia, a tirania deve ser transformada em uma realeza do gênero daquela que estabeleceu Licurgo em Esparta. Assim as pessoas de Siracusa e aquelas de Sicília serão servas não de um déspota qualquer que seja, mas de leis.

Carta VI

PLATÃO A HERMIAS, ERASTOS E CORISCOS, « POSSAIS BEM VOS COMPORTAR! »

COOPERAÇÃO NECESSÁRIA DO PODER E DA SABEDORIA

APLICAÇÃO AO CASO DOS DESTINATÁRIOS

O CONSELHO DO MESTRE DEVE SER SUA RELIGIÃO

Carta V

PLATÃO A PERDICAS, « POSSAS BEM TE COMPORTAR! »

CONSELHOS DE PLATÃO, A UM PRÍNCIPE ESTRANGEIRO

QUE NÃO FARIA ELE BENEFICIAR SEU PRÓPRIO PAÍS?

Carta III

A FÓRMULA DE SAUDAÇÃO

PLATÃO DEVE SE DESCULPAR DE UMA DUPLA ACUSAÇÃO
1. Resposta à primeira acusação
2. Resposta à segunda acusação