Porfírio: Sentenças

Excertos da apresentação de Michael Hornum, PORPHYRY'S LAUNCHING POINTS TO THE REALM OF MIND (digital em Depósito SCRIBD)

Em Sentenças, Porfírio estabelece uma série de ideias de Plotino relevantes para aqueles que buscam se encaminhar pela via neoplatônica para a realização da sua verdadeira essência no reino da Mente. As Sentenças buscam elucidar os fundamentos da via para o preenchimento das últimas palavras de Plotino, um bom sumário desta filosofia: "tente trazer o deus em ti mesmo de volta ao divino no Todo" (Vida de Plotino). A importância desta obra assim como de outras obras de Porfírio para a transmissão do pensamento de Plotino para a Idade Média é difícil de sobrestimar. As Sentenças podem muito bem ser a fonte da discussão das virtudes no oitavo capítulo do Comentário do Sonho de Cipião, de Macróbio, que é citado como a origem da classificação plotiniana no ocidente medieval.

As Sentenças é uma obra que se preocupa com dois essenciais na busca por um eu arquetípico. Primeiro é a compreensão da incorporalidade e segundo é uma discussão dos diferentes tipos de virtude e como a virtude pode levar ao nível do Noûs. A compreensão metafísica e a prática da virtude estão ligadas no neoplatonismo como em outros sistemas filosóficos antigos porque a filosofia no mundo greco-romano não era simplesmente uma maneira de pensar mas uma maneira de viver também.