República III

  • B) Condições requeridas para ser guardião do Estado (II, [[Rep2:374e]] - III, [[Rep3:412c]])
    • 1 Qualidades naturais dos Guardiões
      • Aliança de duas qualidades opostas: a ferocidade (para com o inimigo) e a doçura (para com o amigo)
    • 2 Primeira educação dos Guardiões
      • A educação artística
        • O conteúdo das fábulas
          • Deve-se banir da educação todas as histórias falsas concernente os deuses (notadamente a ideia que a divindade é causa do mal, ou que ela é modificante ou enganosa

            Deve-se banir da educação todas as fábulas que fazem temer a morte (deve-se com efeito desenvolver a coragem) e de uma maneira geral tudo que é mentiroso

            Somente os chefes de Estado têm o direito de mentir no interesse do Estado

        • A dicção das fábulas
          • A dicção é simples e não imitativa
          • Em geral (segundo o Princípio de Especialização), deve-se banir toda prática de imitação
        • A música
          • Ela obedece aos mesmo princípios que a poesia
        • Conclusão sobre a educação artística
          • Correspondência entre a beleza e a harmonia musical e seus efeitos sobre a alma
      • A educação física, seus princípios e suas metas
        • A ginástica obedece ao mesmo princípio que a educação artística (a simplicidade) e tem por meta produzir a saúde.

          Em consequência, a tarefa dos médicos e aquela dos juízes é de manter a saúde ou a justiça (mais do que restaurá-las).

          • Quais são os melhores médicos e os melhores juízes.

          A ginástica deve desenvolver as qualidades morais mais do que as físicas.

          • Papéis respectivos da educação artística e física para este fim
  • C) A escolha dos governantes (III, [[Rep3:412c]]-[[Rep3:415d]])
    • Os melhores dos Guardiões serão governantes e receberão uma educação suplementar

      • A escolha será feita entre os mais devotados aos serviço do Estado.

        A seleção será feita por provas (sofrimentos, perigos, prazeres)

      A fim de persuadir os cidadãos de sua comunidade de interesses, deve-se contá-los uma "nobre mentira" segundo a qual eles são todos irmãos nascidos da terra, naturalmente divididos em três raças (de ouro, de prata e de bronze) das quais só a primeira é apta ao mandamento.

  • D) As condições de vida dos Guardiões (III, [[Rep3:415d]] - IV, [[Rep4:421c]])
    • Os Guardiões devem escolher um sítio conveniente para a Cidade

      Eles devem viver o despojamento (regime, habitação) e não terão propriedade privada

      Eles serão felizes, não de uma felicidade de privilégios, mas porque sua vida corresponde a sua natureza e que eles contribuem à felicidade do Estado como um todo