Platonistas de Cambridge

No século XVII um grupo pensadores de Cambridge foram atraídos em conjunto em direção a Platão, e, desde então, ficaram conhecidos pelo nome de Platonistas de Cambridge. Mas eles de fato não retornaram inteiramente até Platão, pararam em Alexandria, encontrando aí uma rica veia de pensamento que os satisfez. Eram vistos como eclesiásticos de "mente aberta" em seu tempo, e sua influência percorreu vários pequenos canais além daquele de sua corrente principal, embora de novo se atenuasse no século XVIII, até que fosse revivida por Coleridge. Os principais deste grupo foram Whichcote, Culverwell, Cudworth, Henry More, and John Smith, que estaremos apresentando com citações de suas obras escritas. (extraído e adaptado da introdução em The Cambridge Platonists ; being selections from the writings of Benjamin Whichcote, John Smith and Nathanael Culverwel


The myths of Plato; tr., with introductory and other observations, J. A. STEWART

Segundo Stewart, neste livro acima, os Platonistas de Cambridge representam Platão, o Mitologista ou Profeta, em lugar do Platão, o Dialético ou o Pensador, e a este respeito seu movimento é importante para a compreensão dos Idealistas modernos, que são platonistas da mesma espécie que Cudworth e seus seguidores.

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer